vida

A Fonte dos Desejos….

A Fonte dos Desejos e Felicidade está Dentro de Você!

Quando uma pessoa chega ao meu consultório, por vezes sem saber o que sente e o que deseja, logo vai dizendo:

 

  • Não quero ter depressão
  • Não quero ser ansiosa
  • Não quero ficar mais doente
  • Não quero sentir dores

 

Enfim, é uma série de “não quero”, então eu comento que estas frases significam o que elas não querem.

O querer vai muito além do “não querer”. É mais complexo, é mais sábio. É o nosso Norte.

Saber o que queremos pode ser a diferença entre sermos ou não felizes. É conecer nossos desejos para poder acessar a fonte de profunda abundância.

Por vezes, ao longo do Programa, além dos objetivos principais começarem a ter resultado, as coisas começam a melhorar em suas vidas. Aquilo que não fluía, começa a fluir. As oportunidades que não apareciam começam a surgir. Os amores aparecem sem que se precise procurar.

Isto é milagre? É fruto da hipnose ou da regressão?

Sim e não.

Sim, porque todo o processo que leva ao autoconhecimento faz com que as energias físicas, mentais e espirituais se alinhem e com isto o Universo passa a nos presentear com o que atraímos. Afinal, energia boa atrai energia boa. Isto faz sentido para você?

E não porque é apenas um processo e como todo processo necessita permissão e coração aberto. Então é fundamental a participação da pessoa por inteiro. Assim tudo passa a ser possível.

Afinal, o que é felicidade para você? O que você realmente deseja?

Quer participar de um Programa de Regressão TransGenerativa? Saiba Como

Você ajuda pessoas ou quer se tornar um terapeuta? Aprenda as Técnicas de Regressão TransGenerativa – Quero Aprender Agora!

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>